Torcida do Corinthians é condenada por homofobia contra o atacante Emerson Sheik

Um das principais torcidas organizadas do Corinthians, A Fiel Torcida Jovem Camisa 12 foi condenada por homofobia por conta de manifestações contra o beijo que o atacante Emerson Sheik deu em um amigo. O caso aconteceu em 2013, e o atacante postou a foto em suas contas nas redes sociais.

A torcida nega que tenha praticado ato discriminatório e afirma que o pedido de desculpa foi exigido após uma atitude desrespeito de Sheik com o técnico e companheiros de clube durante uma substituição.

RTEmagicC_e1ac82fa13.jpgO processo foi movido pela Secretaria de Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo e ainda cabe recurso.A foto gerou revolta entre os torcedores, que chegaram a exibir faixa durante um treino do Corinthians exigindo que Sheik se desculpasse, o que aconteceu durante reunião entre o atacante e membros da organizada.

Como punição, a camisa 12 terá que pagar multa de R$ 20 mil.

Comente essa matéria