ITANHÉM: ASSASSINO DE "NETINHO SÃO LEÃO" SE ENTREGA À POLÍCIA


Homicida confesso do assassinato de Antônio Neto Gonçalves da Costa São Leão, conhecido como “Netinho São Leão”, fato ocorrido na madrugada da noite do dia 30 (segunda-feira), na comunidade da Vila São José “Frango”, procurou o 2° Pelotão da 44ª CIPM da cidade de Itanhém, e, se entregou na noite deste sábado, 04 de agosto. O mesmo se identificou como sendo, Wilson Ferreira da Silva, 35 anos de idade, que mora na zona rural do referido município, próximo ao local onde aconteceu o crime.

Segundo o “Wilson”, ele estava bebendo em um barzinho da comunidade, e quando ele disse que iria embora, a vitima teria lhe pedido dinheiro emprestado, quando ele disse ao mesmo que não tinha, o “Netinho São Leão” começou agredi-lo, com socos e chutes. Ele ainda relatou para nossa reportagem, que tanto ele, quanto a vítima, estavam embriagados, e, que na hora da briga ele pegou algo que ele encontrou e desferiu contra o seu agressor, e que ao vê-lo ao chão todo ensanguentado, ele fugiu do local.

Ainda segundo o Wilson, desde então, ele estava escondido no mato, em meio às fazendas da redondeza, e que já não aguentava mais ficar no relento, ao sol, e frio da noite, e sem se alimentar. Então, ele retornou na casa dos seus parentes ao final da tarde deste sábado, e resolveu se entregar. Os PMs que atenderam “Wilson”, informaram ao coordenador de área de plantão, que designou para que os mesmos, conduzisse o homicida até a sede da 8ª COORPIN, em Teixeira de Freitas, e o entregasse para autoridade policial de plantão.

O delegado do plantão regional, Bruno Ferrari, recebeu o conduzido, que foi ouvido e liberado, já que o mesmo, se apresentou fora do flagrante do crime, e por não existir mandado de prisão em aberto contra o mesmo. A oitiva do apresentado será encaminhada para o delegado substituto da cidade de Itanhém, Willian Telles, que deverá representar pela prisão do mesmo na Comarca Judicial do município, na próxima semana. Wilson disse ainda que ficará à disposição da Justiça, assim que for comunicado pela mesma.

FONTE: LIBERDADE NEWS

Comente essa matéria