Janot critica novo diretor-geral da Polícia Federal: ‘Ele é um pau mandado’

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
O ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, criticou o novo diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, após a sua cerimônia de posse nesta segunda-feira (20). “Ele é mesmo um pau mandado”, disse Janot em entrevista ao jornal O Globo. Segundo ele, Segóvia menospreza o trabalho feito pela própria Polícia Federal.
Após a sua posse, o novo diretor da corporação questionou as investigações da Procuradoria Geral da República (PGR) que resultaram nas duas denúncias apresentadas contra o presidente Michel Temer. “Talvez uma única mala não desse toda a materialidade para apontar se houve ou não crime, e quais são os partícipes.
Isso poderia ter sido respondido se a investigação tivesse mais tempo”, comentou Segóvia em referência ao episódio em que o deputado Rodrigo Rocha Loures, ex-assessor de Temer, foi flagrado recebendo R$ 500 mil que seriam de propina da JBS. A PGR suspeita que Temer seria o destinatário final do dinheiro.

Comente essa matéria