Coronel João Sá-BA: crise financeira obriga prefeito Carlinhos Sobral a reduzir o próprio salário em 30%

O prefeito de Coronel João Sá(BA), Carlos Augusto Silveira Sobral (MDB) decretou uma série de medidas para contenção das despesas na Prefeitura, objetivando o equilíbrio financeiro e orçamentário das contas públicas e o cumprimento dos índices estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.
A crise financeira que assola o município, obrigou Carlinhos Sobral a fazer a dedução do próprio salário e do vice-prefeito em 30%, bem como de seus secretários em 10%. Contra sua vontade, já com atraso salarial de dois meses em folha, o gestor não teve outra medida a ser tomada, para regularizar as contas.
Alguns ajustes objetivam honrar os compromissos orçamentários, com os fornecedores e principalmente com a população joaosaense. O começo de tudo é cortando na própria carne, para se demitir o mínimo de contratados possível, para não atingir os serviços tão bem prestados desde o primeiro ano de mandato.
Da redação, Portal Carlino Souza – O primeiro. Sempre!

Comente essa matéria