Índice de infestação do ´Aedes` em Itabuna cai para 8.3

O índice de infestação predial por larvas do mosquito aedes aegypti (LIRAa), que em dezembro de 2016 estava em 35,0 pontos percentuais e, em dezembro de 2017, caiu para 8,3. “Trata-se do menor índice já obtido em Itabuna, desde que o Ministério da Saúde começou a aferir os números”, disse a Secretária Municipal de Saúde, Lísias Miranda São Mateus, durante encontro com profissionais da que atuam na rede municipal.
O grau de gravidade de cada índice propõe que os números estratificados estejam em até 1% (índice considerado satisfatório); 1% a 3,9% (índice que indica situação de alerta); e acima de 4% (índice que indica risco de surto de dengue). “Embora a nossa cidade esteja com o índice de 8,3%, esse número já nos coloca numa relativa zona de conforto para o que se projeta para 2018.
Em 2017, conseguimos derrubar esse valor de 35% para 8,7%. Isso nos dá uma margem de cerca de 4 pontos para colocarmos a nossa cidade numa situação de menor vulnerabilidade no ano que vem”, disse a secretária.

Comente essa matéria